Formas jurídicas e alternativas tributárias na bovinocultura de corte no Estado de Mato Grosso do Sul

  • André Luis Rossoni
  • Ivo Martins Cezar
  • Fernando Paim Costa

Resumo

A bovinocultura de corte é um dos carros chefes da economia no Estado de Mato Grosso do Sul. Essa atividade passou por diversas crises e conseguiu superá-las. Nos dias atuais, a concorrência com a atividade agrícola, especialmente a da cana-de-açúcar, induz os pecuaristas a buscarem ferramentas que possam maximizar a lucratividade de suas atividades. O bom uso das alternativas tributárias pode tornar a atividade e os sistemas de produção de gado de corte mais competitivos. Foram realizadas simulações para medir o impacto econômico dos tributos e das formas jurídicas sobre diferentes sistemas de produção. Desse trabalho, verificou-se que existem diferenças econômicas entre os regimes tributários utilizados na pessoa física e na pessoa jurídica, sendo que, para os sistemas de produção melhorados que utilizam mais tecnologia, os encargos da pessoa física diminuem.

Biografia do Autor

André Luis Rossoni
Possui graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná – (Unioeste-2003) e Mestrado em Produção e Gestão Agro Industrial, pela Universidade Anhanguera Uniderp (2009). Atualmente é coordenador do Curso de Graduação em Ciências Contábeis e Professor da Faculdade de Sorriso (FAIS). Tem experiência na área de Contabilidade, atuando principalmente com os seguintes temas: Contabilidade e Planejamento Tributário, Análise de Demonstrações Financeiras, Contabilidade e Gestão de Agronegócios e Contabilidade Prática.
Ivo Martins Cezar
– OrientadorPossui graduação em Agronomia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1967), Mestrado em Administração Rural - Lincoln University (1980) e Doutorado em Socioeconomia - University of Edinburgh (1999). Tem experiência em Socioeconomia com ênfase em Administração, atuando principalmente com os seguintes temas: Economia, Modelagem de Sistemas, Sistemas de Produção de Gado de Corte, Planejamento e Gestão de Empresas Rurais e Gestão de P&D.
Fernando Paim Costa
– Co-OrientadorPossui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1975), Mestrado em Economia Rural pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1979) e Doutorado em Administração Rural / Sistemas Agrícolas pela University of Reading (1998). Atualmente é pesquisador III da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração da Produção, atuando principalmente com os seguintes temas: Custos de Produção da Pecuária de Corte; Ferramentas de Gestão para a Pecuária de Corte.
Publicado
2013-01-07
Como Citar
ROSSONI, André Luis; CEZAR, Ivo Martins; COSTA, Fernando Paim. Formas jurídicas e alternativas tributárias na bovinocultura de corte no Estado de Mato Grosso do Sul. Revista Brasileira de Contabilidade, [S.l.], n. 195, p. 6-19, jan. 2013. ISSN 2526-8414. Disponível em: <http://rbc.cfc.org.br/index.php/rbc/article/view/990>. Acesso em: 16 jun. 2019.

Artigos mais lidos do mesmo autor

Obs.: Este plugin requer ao menos um plugin ou relatório de estatísticas para funcionar. Se seus plugins de estatísticas trabalham com mais de uma métrica, por favor selecione uma métrica principal na página de configuração disponível no painel do Administrador e/ou do Gerente do portal.