O contador na função pericial e as fraudes contábeis

  • Sandoval N. Figueiredo

Resumo

A apresentação do presente artigo tem por finalidade proceder a uma abordagem de aspectos importantes na execução do trabalho pericial contábil, com vistas a evitar que o profissional que esteja executando o trabalho pericial não seja iludido por fraudes bem elaboradas. A função pericial exige do profissional que a executa conhecimentos técnicos e científicos, tanto da ciência contábil como de outras ciências afins. Alguns profissionais, por falta de esclarecimentos, deparam com situações fraudulentas e não as percebem, pois, além do conhecimento contábil, são necessárias outras qualidades para que o profissional possa exercer a função de forma adequada, entre elas, a utilização dos conhecimentos da criminalística. Os exemplos apresentados de fraudes bem concatenadas levarão, provavelmente, os profissionais contabilistas a serem mais perspicazes quando da realização dos exames periciais.

##submission.authorBiography##

Sandoval N. Figueiredo
Pós-Graduação em Auditoria Contábil (Nível de Especialização Profissional concluído na UNIGRANRIO), perito criminal Contador do Estado do Rio de Janeiro, ex-Professor em Criminalística da Academia de Polícia Civil do Rio de Ja-neiro, professor de Perícia Contábil da UNIGRANRIO e UNIABEU, perito judicial na Área Cível.
Como Citar
FIGUEIREDO, Sandoval N.. O contador na função pericial e as fraudes contábeis. Revista Brasileira de Contabilidade, [S.l.], n. 162, p. 44-55, jan. 2012. ISSN 2526-8414. Disponível em: <http://rbc.cfc.org.br/index.php/rbc/article/view/702>. Acesso em: 22 abr. 2019.

Artigos mais lidos do mesmo autor

Obs.: Este plugin requer ao menos um plugin ou relatório de estatísticas para funcionar. Se seus plugins de estatísticas trabalham com mais de uma métrica, por favor selecione uma métrica principal na página de configuração disponível no painel do Administrador e/ou do Gerente do portal.