Fatores determinantes no disclosure do teste de Impairment: uma análise de empresas não financeiras listadas na B3

  • Matheus Henrique Bastos Leite Conselho Federal de Contabilidade
  • Orientador : César Augusto Tibúrcio Silva Conselho Federal de Contabilidade

Resumo

Com a adoção do valor justo e a convergência das normas internacionais de contabilidade, faz-se necessária a utilização do Impairment para empresas brasileiras. Este trabalho tem como objetivo verificar a relação da divulgação (disclosure) dos parâmetros, o registro de perda por teste de Impairment, sua menção em Notas Explicativas (NEs) e quais seriam seus fatores determinantes, tomando como base variáveis de valores patrimoniais e de mercado por meio de regressão logística. Para isso, foi realizado um estudo com amostra de 334 empresas brasileiras não financeiras, com ações negociadas na Brasil, Bolsa, Balcão (B3), com base nas demonstrações contábeis do exercício social encerrado em 31/12/2016 e informações da base de dados Economática®. Constatou-se, após análise de NEs e Demonstrações de resultado do exercício, que 260 empresas da amostra não incorreram em perda por Impairment no exercício em questão; apenas 22 mencionam que a perda ocorreu; e 141 não mencionaram o assunto em seus relatórios. As variáveis Beta, Resultado e Depreciação se mostraram significativas quanto ao registro da perda por Impairment e as variáveis Depreciação, Capex e o índice Depreciação/Imobilizado significativos quanto à menção da perda em NEs. Mesmo com o baixo índice de divulgação encontrado no estudo, de acordo com o CPC 01 (Redução ao Valor Recuperável de Ativos), o teste de Impairment deve ser realizado anualmente ou quando um ativo tiver indícios da perda de seu valor recuperável. Mesmo corroborando os estudos anteriores, o presente estudo se caracteriza por apresentar novos fatores determinantes possíveis, ainda não apresentados anteriormente, tais como: Beta, Valor de Mercado e Capex. Além disso, este estudo busca contribuir com o meio acadêmico e social, demonstrando o compromisso que as empresas listadas mantêm perante a norma contábil brasileira.

Biografia do Autor

Matheus Henrique Bastos Leite, Conselho Federal de Contabilidade
Estudante de graduação em Ciências Contábeis pela Universidade de Brasília (UnB), vinculado a edital de Pibic e grupo de pesquisa na Universidade; estagiário na execução financeira do Senado Federal. E-mail:  matheushenriquebl@gmail.com
Orientador : César Augusto Tibúrcio Silva, Conselho Federal de Contabilidade
Possui graduação em Administração pela Universidade de Brasília (1983) e em Contabilidade pela Unieuro (2006). É mestre em Administração pela Universidade de Brasília (1988) e doutor em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo (1996). Professor titular da Universidade de Brasília, atuando no mestrado e doutorado de Contabilidade (PPGCONT), sendo seu coordenador. Foi diretor da Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação (FACE) da UnB. Foi decano de Planejamento e Orçamento da Universidade de Brasília entre 2014 e 2016. Possui livros, artigos e trabalhos em congressos nos seguintes temas: Mensuração Contábil, Finanças de Empresas, Demonstrações Contábeis, Avaliação de Empresas e Custos no Setor Público. E-mail: cesaraugustotiburciosilva@gmail.com; cesartiburcio@unb.br
Publicado
2018-08-31
Como Citar
LEITE, Matheus Henrique Bastos; SILVA, Orientador : César Augusto Tibúrcio. Fatores determinantes no disclosure do teste de Impairment: uma análise de empresas não financeiras listadas na B3. Revista Brasileira de Contabilidade, [S.l.], n. 232, p. 58-69, ago. 2018. ISSN 2526-8414. Disponível em: <http://rbc.cfc.org.br/index.php/rbc/article/view/1726>. Acesso em: 16 out. 2018.

Artigos mais lidos do mesmo autor

Obs.: Este plugin requer ao menos um plugin ou relatório de estatísticas para funcionar. Se seus plugins de estatísticas trabalham com mais de uma métrica, por favor selecione uma métrica principal na página de configuração disponível no painel do Administrador e/ou do Gerente do portal.