Análise da influência da crise financeira de 2008 no nível de intangibilidade das empresas brasileiras de capital aberto

  • Julio Henrique Machado Conselho Federal de Contabilidade - CFC

Resumo

Nos últimos anos, crises financeiras e ativos intangíveis têm tomado lugar em pesquisas acadêmicas e debates sobre finanças corporativas. Como ativos intangíveis são importantes elementos geradores de riqueza e as crises financeiras são fatos intrínsecos à economia de mercado, percebe-se a necessidade de estudo sobre a gestão desses ativos nos períodos descritos. Nesse contexto, o objetivo do trabalho foi analisar a influência da crise financeira de 2008 no nível de intangibilidade das companhias brasileiras de capital aberto. Utilizando-se de uma metodologia exploratório-descritiva, foi calculada e interpretada a média de intangibilidade das 87 maiores empresas, em termos de valor de mercado, listadas na BM&FBovespa, distribuídas em 16 setores. Por meio do teste paramétrico de hipótese, utilizando-se da distribuição t de Student, confirmou-se que a referida crise prejudicou o nível de intangibilidade das companhias, com exceção dos setores de utilidade pública e telecomunicações. Adicionalmente, demonstrou-se que, após a crise, apenas a metade dos setores recuperou o nível de intangibilidade praticado anteriormente. O trabalho foi encerrado provendo reflexões e oportunidades de pesquisas futuras.

##submission.authorBiography##

Julio Henrique Machado, Conselho Federal de Contabilidade - CFC
Mestre em Ciências Contábeis pela PUC–SP. Especialista com MBA Internacional em Auditoria, Controladoria e Finanças pela FEARP/USP e Bournville Business College Birmingham/ Londres – Inglaterra. Professor de pós-graduação em diversas instituições. Coordenador de Pós-Graduação e de Pesquisa e Extensão e professor na Libertas Faculdades Integradas de São Sebastião do Paraíso–MG.
Publicado
2014-09-24
Como Citar
MACHADO, Julio Henrique. Análise da influência da crise financeira de 2008 no nível de intangibilidade das empresas brasileiras de capital aberto. Revista Brasileira de Contabilidade, [S.l.], n. 208, p. 12-27, set. 2014. ISSN 2526-8414. Disponível em: <http://rbc.cfc.org.br/index.php/rbc/article/view/1179>. Acesso em: 19 maio 2019.

Artigos mais lidos do mesmo autor

Obs.: Este plugin requer ao menos um plugin ou relatório de estatísticas para funcionar. Se seus plugins de estatísticas trabalham com mais de uma métrica, por favor selecione uma métrica principal na página de configuração disponível no painel do Administrador e/ou do Gerente do portal.