Restos a Pagar: uma análise sobre o comprometimento da evidenciação das despesas públicas considerando a característica qualitativa da essência sobre a forma

  • Guillermina Tannuri
  • Gissele Souza de Franceschi Nunes
  • Sueli Farias
  • Luiz Alberton

Resumo

A Contabilidade Pública se encontra restrita ao cumprimento de normas e leis, o que acarreta impacto na adoção da essência sobre a forma, especialmente em relação à evidenciação dos restos a pagar nos demonstrativos contábeis. Nesse sentido, esta pesquisa tem por objetivo verificar o comprometimento da evidenciação das despesas públicas empenhadas e liquidadas da União em relação aos Restos a Pagar (RPs) Cancelados entre os anos de 2006 e 2010, considerando a primazia da essência sobre a forma. A metodologia empregada consistiu na coleta dos dados relativos às despesas públicas evidenciadas em demonstrativos disponibilizados no sítio eletrônico da Secretaria do Tesouro Nacional, e a formulação de hipóteses analisadas por meio de métodos estatísticos. Os resultados sugerem que existe forte correlação positiva entre as despesas empenhadas e os RPs Cancelados, e que não há relação quando comparado às despesas liquidadas versus os RPs Cancelados. Concluiu-se que existe um viés na evidenciação das despesas apresentadas no balanço orçamentário, quando considerada a primazia da essência sobre a forma. Além disso, cabe destaque para a eficiência da execução orçamentária, afetada pelo cancelamento dos restos a pagar.

Biografia do Autor

Guillermina Tannuri
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Contabilidade.
Gissele Souza de Franceschi Nunes
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Contabilidade.
Sueli Farias
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Contabilidade.
Luiz Alberton
Docente do Programa de Pós-Graduação em Contabilidade.
Publicado
2014-01-07
Como Citar
TANNURI, Guillermina et al. Restos a Pagar: uma análise sobre o comprometimento da evidenciação das despesas públicas considerando a característica qualitativa da essência sobre a forma. Revista Brasileira de Contabilidade, [S.l.], n. 204, p. 68-81, jan. 2014. ISSN 2526-8414. Disponível em: <http://rbc.cfc.org.br/index.php/rbc/article/view/1107>. Acesso em: 18 set. 2020.

Artigos mais lidos do mesmo autor

Obs.: Este plugin requer ao menos um plugin ou relatório de estatísticas para funcionar. Se seus plugins de estatísticas trabalham com mais de uma métrica, por favor selecione uma métrica principal na página de configuração disponível no painel do Administrador e/ou do Gerente do portal.